sábado, 7 de maio de 2011

Saiba mais sobre o calazar, seus sintomas e tratamentos



  O único meio de transmissão da leishmaniose (calazar) é através da picada do mosquito. Sem o mosquito, mesmo todos os cães estando com calazar, não há como a doença ser transmitida de um cão para o outro, nem de um cão para a pessoa, nem de uma pessoa  para o cão, nem de uma pessoa para outra pessoa. Sim, é isso mesmo. Se uma pessoa estiver com calazar e o mosquito picar novamente esta pessoa e depois um cão, o cão é infectado da mesma forma que acontece com o cão para o cão (através do mosquito, único meio) e de um cão para pessoa (através do mosquito, único meio). E se o mosquito  picar novamente uma pessoa com calazar e depois picar uma pessoa sadia, a pessoa também é infectada.Portanto, o transmissor da doença não é o cão e sim o mosquitoConclui-se que: não adianta matar o cão, a única solução é acabar com o mosquito transmissor. De nada adianta matar os cães, e os mosquitos permanecerem vivos picando as pessoas e outros cães.
Sobre o argumento de veterinários contra o tratamento em cães com calazar, não dá para aceitar. Os cães não são os únicos reservatórios. Se combatessem o mosquito, não haveria esta polêmica com relação ao tratamento e as pessoas poderiam tratar os animais. Esta é a questão, é a luta pelo combate certo, a erradicação do mosquito. Infelizmente, as autoridades nunca procuraram combater o mosquito flebótomo. O Governo e a Imprensa usam como símbolo da doença a foto de um cão, ao invés da foto do mosquito transmissor. Muita gente, de pouca instrução, pensa que o transmissor é o cão. Sei que é considerado  reservatório, mas sem o mosquito não teria como ser transmitida a doença do calazar. Quando aconteceu um caso de morte por calazar na periferia desta cidade, ano passado, o que as pessoas deste bairro fizeram?  Mataram seus cães sem nem fazer exame, por medo de contrair  a doença. Pensam que não tendo cães em casa não correm risco. Pelo contrário, o risco é maior, não tendo o cachorro para picar o mosquito irá picar as pessoas. Essas pessoas nem sequer recebem orientação correta por parte do governo, e por pensar que o cão é transmissor da doença, mataram indiscriminadamente seus animais.
Repito:1) A própria OMS recomenda que cães com calazar sejam tratados, e com os mesmos medicamentos utilizados em humanos. Mas além dos medicamentos utilizados em humanos, existem vários medicamentos veterinários para o tratamento  em cães com calazar.
2) O CCZ só poderá levar o animal doente e sacrificá-lo só única e exclusivamente com a autorização do dono do animal e de mais ninguém.
As pessoas não sabem que o CCZ só pode levar o cão e sacrificar com a autorização do dono, e muitas vezes entregam o bichinho,mesmo chorando, pensando que é obrigado, além de não exigir um novo exame como contra prova.

3) O único meio eficaz de deter o alastramento da leishmaniose no País é combater o mosquito, sem ele não há como transmitir a doençaO cão é tão vítima quanto as pessoas, e não é o único reservatório,existem outros animais que também são reservatórios.
4) Conversando  com um veterinárioele apesar de ser contra o tratamento e a favor do sacrifício, afirmou que na maioria das vezes os resultados dão errados, e que muitas vezes o animal não está com calazar e mesmo assim dá positivoSendo assim, muitos animais são sacrificados sem estar com calazar.
Outra pergunta que fiz a ele: Se uma pessoa estiver com calazar e for picada pelo mosquito novamente, esse mesmo mosquito picar uma pessoa sadia, a pessoa pega calazar também? Ele disse que sim.
     Portanto, não adianta matar o cão, a única solução é acabar com o mosquito transmissor. De nada adianta matar os cães, e os mosquitos permanecerem vivos picando as pessoas e outros cães.

27 comentários:

  1. Eu espero que as pessoas responsáveis pelo combate desse mosquito, encontre rapidamente uma forma de combate-lo sem precisar sacrificar nossos animais, e se lembrem que esses animais são só mais uma vítima assim como o homem. Por favor acabem com esse mosquito eu tenho certeza que a população brasileira ajudará nesse combate.

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus estou passando por um momento muito doloroso,fui ao veterinario levar minha cadela para fazer exames de rotina e descubro que os resultados deram positivo estamos na luta agora com antibioticos para refazer o exame daqui 2 meses refaze-lo e é com a fé do senhor que de negativo pois ela ainda é um bebê ira fazer 8 meses daqui 10 dias

    ResponderExcluir
  3. É a bem da verdade que o calazar,a dengue,a doença de chagas e outros são transmitido por um mosquito que com sua força nos desafiam a lutar com mais eficacia vamos combater esses mosquistos transmissores,vamos em busca de soluções para salvar vidas tanto das pessoas como dos animais!!

    ResponderExcluir
  4. O número excessivo de mosquitos em muitas de nossas cidades é caso de extrema negligência de nossos órgãos públicos & até de muito de muito de nós mesmos. Infelizmente pouco se faz para resolver este problema. Em geral preferimos achar outras soluções mais “rápidas” & menos “custosas”. Infelizmente a verdadeira causa de muitos de nossos problemas - neste caso, os mosquitos, não é eliminado. Pior ainda! O óbvio não é óbvio para uma grande maioria. Inclui até mesmo vários veterinários e muito de nós mesmos. Se, por exemplo, eliminássemos todos os cães da face da terra, com certeza outras espécies de animais seriam vítimas de tais mosquitos transportadores dessa doença & de muitas outras – até mesmo certos animais silvestres já são portadores da doença. Ou seja, se não um canino, seria com certeza a próxima espécie mais próxima de nós - talvez um gato ou um animal silvestre por exemplo. E, mesmo que tais animais não desenvolvessem em si mesmos doenças com a leishmaniose, ainda poderiam ser fatalmente transportadores de tal doença. Ou seja, os nossos “cãezinhos” são na verdade um detector biológico da leishmaniose. Portanto, se o mosquito causador da leishmaniose estiver presente na sua área, você poderá ser também vítima da doença. Um animal silvestre por exemplo, não proporcionaria a mesma segurança para você. Isto porque outros animais podem não desenvolver os sintomas da leishmaniose. Além do mais, mesmo que eles desenvolvessem, os mesmos não estariam ao seu lado diariamente como o seu cãozinho. Resumindo, se a solução adotada (até mesmo pelo seu veterinário) for a de fazer uma eutanásia em seu cãozinho, cuidado! Você pode estar eliminando seu detector biológico de leishmaniose & estar ainda mais desprotegido. Na verdade o caminho é outro. Órgão públicos devem ser acionados para eliminar o agente causador (o mosquito). Este problema é um problema social, portanto todos nós temos que nos conscientizar disso e dizer NÃO quando nos oferecerem gato por lebre como solução para este problema.

    ResponderExcluir
  5. deus proteja os que tiverem com calazar

    ResponderExcluir
  6. oi gente deus proteja vçs pois essa doença e muito grave assina thaynara e layne

    ResponderExcluir
  7. Gente essa informacao e muito importante. Ja q o governo nada faz as ONGs deveriam divulgar, ate para q vc possa contestar a ordem de sacrificar o animal.

    ResponderExcluir
  8. Meu cachorro está com sangramento na boca e nas orelhas , ele não quer comer e nem beber , está com secreção nos olhos ,vomitou ... Não sei o que fazer , estamos suspeitando que seja calazar , já fizemos o exame e ainda não recebemos o resultado , estamos muito preocupados. NÃO SEEI O QUE FAZER ! . Isso pode ser realmente calazar ?

    ResponderExcluir
  9. Meu cachorro está muito mal ! , não sei o que fazer , ele já está a mais de uma semana sem comer , só a base soro !!. Espero que Deus esteja protejendo ele , ele é muito importante pra min ! .

    ResponderExcluir
  10. estou pra receber o resultado dos exames do meu cachorro, ele está apresentando alguns sintomas e o veterinário acha que é calazar.Não quero sacrificar meu cachorro, acho que o coitadinho já não teve muita sorte na vida, pos ele chegou a nossa casa com pata quebrada e com pelos caindo e ferimentos em volta da orelha, nós o adotamos e cuidamos dele, e agora dois anos depois ele apresentou esses sintomas de forma mais severa apesar de todo o cuidado e tratamento. Queremos proporcionar uma qualidade de vida a ele, mas não sei por onde começar.

    ResponderExcluir
  11. Esta doença esta com muita força, no interior de Capitão poço(garrafão do norte) varias pessoas adquiriram esta doença e precisam de ajuda. De lá veio a procura de medicos especificos para esta doença um jovem de 17 anos que esta em uma casa de apoio esperando vaga para internação no hospital João de Barros Barreto.

    ResponderExcluir
  12. é muito mais fácil eliminar o cão com calazar só tem uma coisa jamais ele ia eliminar ou descartar o seu dono se pudesse lembre-se ele ama vc com seus defeitos e qualidades

    ResponderExcluir
  13. MEU CACHORRO APRESENTA UMA SECREÇÃO NASAL ( CATARRO COM SANGUE) SERÁ QUE ELE ESTÁ COM CALAZAR???

    ResponderExcluir
  14. POR FAVOR ME RESPONDAM????

    ResponderExcluir
  15. POR FAVOR ME RESPONDAM????

    ResponderExcluir
  16. Tenho uma cachorra no meu trabalho que criamos desde novinha, todos nós gostamos da danadinha! O nome dela é Lulu, agora apareceu umas coceiras no seu corpo, perda de peso, e seus olhos com secreção. Chamei a verinária, tirou sangue p/ fazer o teste, passou alguma vitamina, outro p/ tratamento de infecção. Então ela melhorou bastante, mas o resultado deu positivo. Estou muito apreensivo, não quero jamais sacrificar ossa cadela. Me dêem uma orientação.

    ResponderExcluir
  17. hoje estou a 24 horas chorando direto, pois ontem deixei minha cachorrinha no centro zoonoses para ser sacrificada..ela esta com todos os sintomas de calazar,unas enormes, pelos caindo,feridas que nao saram,em fim, nao tive outra escolha,sem dinheiro para tratar, a deixei para ser morta, e me sinto totalmente impotente, ainda mais que só será sacrificada no sábado...nossa é mesmo terrivel...os governos tem mesmo é que acabar com o mosquito...

    ResponderExcluir
  18. PUTA QUR PARIL ACABEN CON ESSA MISERIA

    ResponderExcluir
  19. não sei o que fazer ou o que decidir, acabei de descobrir que minha cadela esta com calazar e ela esta gravida, queria saber se posso esperar ela ter os filhotes? e se eles vão nascer contaminados? me respondam...

    ResponderExcluir
  20. obrigada pela orientação , tenho 3 caes que são filhos pra mim,eles estao com sintomas ,não tao severos, o veterinario que é muito competente e ama ser veterinario, nos orientou,passou o tratamento e meus filhotes já estao melhorando, creio que , o tratamento rapido é mais compensador que vc MATAR um companheiro pr ele está doente, é um pouco caro sim, o champoo, as pomadas e os antibioticos mas nada que um sacrificio não possa pagar, custa uns 80 resis por mes.

    ResponderExcluir
  21. espero que as pessoas responsaveis estejão trabalhando para eliminar esse musquito.

    ResponderExcluir
  22. É muito doloroso! Recebi o resultado do exame e meu cachorro está com calazar. Estou muito triste...

    ResponderExcluir
  23. A varias semanas o cachorro da casa do meu vizinho foi diagnosticado com calazar pelo controle de zoonoses de assú, eles fizeram o exame, foram recolher o cachorro, e não sei o que fizeram com ele, meu cachorro na época não apresentava sintomas. Poucos dias depois começaram os primeiros sintomas, aí fui varias vezes ao centro de zoonoses e nada, nunca foram verificar meu cachorro, então fiz o exame por conta, particular, e o resultado deu positivo, desde de segunda feira estou esperando a vinda do pessoal para recolher o cachorro e até agora nada. É por isso que os casos de Calazar em humanos estão aumentando, com essa demora em agir, os animais estão como hospedeiros por aí, na minha casa quando soube que o do vizinho estava doente eu mandei dedetizar , no entanto já era tarde, e agora estou esperando que retirem o cachorro para dedetizar novamente, e evitar que o meu seja fonte de contaminação para outros...

    ResponderExcluir
  24. Só Eu , minha Esposa e DEUS sabe como estamos ! Deu positivo o exame de calaza, porém ñ quero deixa-lo no Centro de Zoonoses para experiências, quero que fação Autanasia na minha frente, para Ele ñ ficar sofrendo mais ........

    ResponderExcluir
  25. Eu tenho um casal de Pastor Alemão e fiz o exame de rotina, na Fêmea deu negativo mas o Macho deu positivo, porém a fêmea foi enxertada pelo macho. Os filhotes e a fêmea tem a possibilidade de estarem infectados?

    ResponderExcluir
  26. Eu tive um animalzinho com essa doença,levei ao veterinário ele foi medicado e viveu mais 5 anos,e a doença não passou para ninguem,pois sempre mantive meu quintal limpo,é desumano ter que sacrificar um animal se os únicos culpados são os donos que não cuidam dos seus quintais.

    ResponderExcluir
  27. Gente não precisa sacrificar o cãozinho. Tem solução sim! Eu tenho dois cães da raça Tekel e somente a fêmea pegou a doença, na época fiquei preocupada mas a veterinária nos aconselhou a tratá-la e deu tudo certo. O tratamento não foi tão caro, ao todo acho que nem gastamos 1.000 reais. Em dois meses ela estava 100%. É portadora, assim como os humanos que pegam a doença, mas está super saudável e não transmite risco. Ela faz exames a cada 6 meses e toma um medicamento ( que é baratinho e compra em qualquer farmácia humana ) todo dia, para o resto de sua vida. Pro governo é mais "barato" matar o cão do que fazer campanha ou exterminar o inseto. Que é mais comum que o mosquito da dengue e a muriçoca que entra na sua casa todos os dias. Isso o governo não diz, mas é pura verdade. Se vc ama seu amigo, deixe ele viver.

    ResponderExcluir